quinta-feira, 11 de junho de 2009

Malditas indiretas

Nunca fui fã de feriados aleatórios como esse, mas não posso fazer nada senão aproveitar, então aqui estou. Sem planos para hoje, assim como para qualquer outro dia: ainda não sei o que diabos eu faço na vida.

Mais dias "normais" essa semana, talvez não por ontem. Aula extra de física à tarde, nada demais. O problema foi que um amigo meu ficou extremamente irritado quando roubei os chicletes dele, como se eu fosse comê-los... disse até que ia bater na minha cara, pode isso? Na hora eu lembrei que ele já havia batido em uma pessoa bem... "pavio-curto", vamos dizer, e quase que ele não ia sair muito feliz na escola. Então, se ele bateu naquele cara, por que não em mim? Esperei, mas não deu em nada, mas por algum motivo ele quebrou um copo de vidro de uma menina lá. Dá para perceber que as coisas acontecem bem de repente, eu era assim, então eu não devo achar isso estranho.

Pouco antes dessa aula, a tal amiguinha feliz foi pedir para esse cara aí ficar com o material enquanto ela ia para casa, ou algo assim. Ele enrolou e tals, e como eu tava do lado, ofereci para levar. Como ela não me mandou calar a boca nem nada do tipo, eu considero isso um avanço em relação a situação anterior...

O que levou o tal amigo pavio-curto (que na verdade nem é, ele só tem cara de drogado e tals, acho que já falei dele aqui) e comentar algo de mim. Ele estava do meu lado na hora, não parou de me encarar até soltar um comentário. Eu perguntei qual era o problema, ele disse que não tinha nenhum, falou mais e eu respondi que ele vacilou. O que quero dizer é que ele é um cara bem calado e não costuma falar do povo assim - ou ainda, de mim, a quem dizer ser o melhor amigo dele - por isso fiquei impressionado.

Eu nunca falei muito dos problemas aqui para ele, mas um cara tão esperto quanto ele já deve ter notado. Lembro que uma vez umas amigas começaram a zuar e a escrever o nome uma das outras no braço da gente, e quando ele reclamou algo como "Pow, nem gosto dela e escreveram o nome dela no meu braço!", eu apontei para o meu braço e perguntei: "E eu gosto dela?". Ele me encarou, como faz com todo mundo, e disse que achava que sim. Pois é, depois de conviver com anos com uma pessoa, algumas coisas ficam mais fáceis de falar. Mas isso não é regra, já que um velho amigo seu pode bater na sua cara se você roubar os chicletes dele, né?

A aula extra foi simples, disseram que ia cair na prova, então que caia. Eu não ia faltar mesmo, nunca falto nessas bagaças. Acabou a aula, e eu fiz uma merda bem infeliz: contei uma piada enquanto apontava para um cara de um colégio público vizinho... o cara não ficou nem um pouco feliz, me encarou por uns 10 minutos, e aposto que se eu fosse sozinho para onde ele tava, ia ter briga. Mas só deu medo mesmo porque eu ia de ônibus.

Eu fui de bus, mas houve uma "confusão" lá porque a amiguinha foi embora e ofereceu carona para dois caras. Aí eu falei para uma menina lá, só por zuar, que foi vacilo da amiga não me oferecer carona também. Eu não sei porque, mas a menina se virou para a amiga e perguntou porque ela não me deu carona. Pode isso? Foi só uma brincadeira... Ela não mora perto de mim, então eu teria que ir de ônibus de qualquer jeito, então por que ir com ela? E não foi nem ela que me chamou, foi uma menina que "me ofereceu para ir junto"... eu recusei (mesmo quando a mãe da amiga me chamou), aí a menina se virou para um grupinho de pessoas e falou algo de mim. Isso é que foi vacilo. Só porque eu recusei uma carona, que não foi nem oferecida, foi pedida?

Essa menina provavelmente falou algo de como eu sou "grosso" e "chato" com as pessoas, mas eu ainda não entendo. Eu faço as coisas do jeito que menos incomoda as pessoas, critico sem ofender, faço favores, mas não, eu sou chato. Chato seria eu descer lá perto da casa da amiga e falar "valeu, vou de busão agora", ou então "bora que minha casa não é aqui, é lá no final do conjunto" =/

[edit aqui para editar o título] Parece que amanhã é o freaking Valetine's Day... uma amiga me perguntou se eu ia dar presente "para alguém" (maldita indireta?). Eu disse que não, presentes nunca mais... mas nem sei se nunca mais, provavelmente sim. Also, eu devo um dinheiro a um amigo de um grupo, porque ele pagou um banner para fazer o trabalho, mas eu não ajudei financeiramente. Até hoje não paguei, por isso ontem, durante a aula, o amigo do segundo parágrafo chegou para mim e disse algo como "ei, vou pedir para _____ te mandar pagar". Eu quase que respondi "wtf?", mas ele não entenderia, então perguntei por que diabos ele disse aquilo. Ele disse que disseram a ele que eu faço tudo que a tal mina me manda fazer. Pode isso? Quando sou elogiado por um pseudo-drogado, sou criticado por um estressado chupador de chiclete... fazer o quê.

Anyway, esse post tá muito mimimi. E tô sem saco para apagar, então, ao assunto Guitar Hero: não jogo faz dias, voltei a jogar NFS Most Wanted. Já fiz tudo no Metallica, não tenho nada para fazer nos Rock Bands, o WT não funciona, o GH3 é muito difícil, então resolvi parar. Vi as charts do GHSH, e apesar de não gostar de ir com a opinião da massa, eu tenho que admitir que elas estão no mínimo estranhas, com uma tendência para o overcharted. Acorde de 5 notas no final de Raining Blood? Facepalm plz.

Eu tinha planejado ir depois da aula extra para a loja comprar o RB Classic Pack, mas estava era cansado então desisti. Also, esse era outro motivo para não aceitar a carona, eu não planejava ir direto para casa. Como voltei a jogar o Most Wanted, perdi a vontade de jogar o pack... Agora é só esperar o Smash Hits, e quando puder eu pego esse pack.

Post longo e estúpido demais, melhor parar. Tinha era coisa para falar, mas enrolei com a história da carona, perdi o rumo. Tanto faz.

Tchau.

7 comentários:

Idalmo disse...

Pague os 7,50 do banner ou não devolvo seu jogo ¬¬

Ticapapel disse...

Que jogo? E eu já disse que não vou pagar... mesmo com uma merda que falaram por aí :/

Idalmo disse...

que jogo? procure nas suas coisas se tem algum faltando >:)
[dumal]

e pague os 7,50 ou um milkshake do Bob's ¬¬

Ticapapel disse...

Não tem nenhum faltando... Tales of the Abyss está com Artur. E mesmo que você tenha um, 7,50 é o preço de um novo, e como prefiro pagar a uma loja do que a você, fique com o que quer que esteja aí. Só sei que não é nada importante, se for algo.

Mr. Galvão disse...

Vix brotha.... aparentemente as coisas tão meio trash por aí... fica tranquilo.... tudo dá certo... ^^

Ah... nem vi as charts do GH:SH... talvez eu baixe logo, talvez não... mas, já que disse que as charts estão meio estranhas, mais um motivo pro GH:SH não ser minha prioridade nesses próximos tempos... aliás, nem o Classic Rock TP eu terminei - sei lá... ele parece meio enjoativo depois de uns 2 tiers...

Fui... abraço...

Anônimo disse...

Cara, brigando por 7,50, que falta de $$. Idalmo fica logo com o jogo, o tica disse que vai pagar. Vc tá precisando tanto desse $$ que não pode esperar? Se liga cara vc tá pagando mico por cobrar 7,50.
Starter.

Idalmo disse...

caro anônimo, xD

Antes de tudo, Daniel disse que não ia pagar e como você mesmo falou, 7,50 não é lá muita coisa se você não dá valor a dinheiro, o problema é que o grupo desse banner é de 8 pessoas e 3 não querem pagar, incluindo o criador deste blog (¬¬), e 22,50 não é pouco dinheiro, pelo menos para mim que não sou rico.

Quanto ao jogo eu tava blefando, mas valeu a tentativa xD

e pague os 7,50 ¬¬